Como gerar autoconfiança no seu filho?

18-03-2021


A autoconfiança de um filho vive, durante os primeiros anos de vida, no mesmo lugar em que vive a autoconfiança dos pais. Inexistente para um, significa duplo obstáculo para o outro.


O que fazer? 

Não, não é algo que posso incutir à base de ausência emocional e de afectos.

Culpa? 

Não, ninguém é alvo dessa culpa. Apenas e somente se decidir, em consciência, nada fazer para o mudar.


Como ajudar a (re)construir autoconfiança?

Alguém que teve muito para dar durante a sua vida, ensinou-nos que quando estamos vazios de tudo, a melhor coisa que podemos fazer com as nossas vidas, é dedicarmo-nos ao outro. Aos outros.


Porque não o faz a maior parte das pessoas, então?

Porque quando estamos fracos e desolados com o mundo à nossa volta gostamos de pensar que "se nem para mim tenho como vou ajudar os outros"? pois é aqui que mora o erro.

Experimente, dedicar o seu tempo livre ao bem do outro. Sempre que queremos realmente encontrar um tempo livro, encontramos. E a maior parte das vezes só precisamos organizar melhor as tarefas, e distribui-las também pelos que nos rodeiam. Experimente também.

Quanto ao bem que pode fazer por alguém, sem que isso lhe pese no orçamento pois bem ao outro pode ser um simples favor, um gesto, um hábito de despreendimento, uma atenção para quem sabemos que precisa, ou sim, ou depósito pontual.

Alargar a nossa capacidade de interação com o mundo que está logo ali depois da nossa porta de entrada pode, e muitas vezes é, a nossa tábua de salvação para uma vida mais harmoniosa, e auto confiante.

O partilhar de um sorriso dá-nos força interior. Dá-nos convicção interior para quando precisamos ser assertivos nas nossas respostas. Dá-nos moral para podermos decidir e escolher o que é melhor para nós, e para os nossos filhos.

Dar a mão ao outro pode ser um maravilhoso caminho de construção em ascensão rumo à nossa própria evolução enquanto seres humanos.


E como interfere isso na autoconfiança do seu filho?

Interfere em tudo. Um filho que admira o pai e os seus valores é um filho que quer percorrer o caminho do pai.

Um filho que observa um pai a ser altruísta, é um filho que tem ali a prova de que se pode ser bom neste mundo. Ali mesmo. Daquela porta para dentro.


E como isso ajuda um filho a ser mais autoconfiante?

Ajuda no momento em que ele tiver de dizer não daquela porta para fora. Ajuda quando ele tiver de ir buscar coragem dentro dele para recusar uma droga. Ajuda quando ele precisar ter humildade suficiente para pedir desculpa a quem ofendeu, e com isso se tornar grande. Ajuda quando ele tiver de ceder em nome do bem do grupo, e com isso se tornar ele mesmo admirado por esse grupo. Ajuda, quando ele tiver de lembrar desse pai autoconfiante nos anos em que esse pai tiver os seus cabelos brancos cheios de velhice e fragilidade.

Ajuda, querido pai, querida mãe, a ajudar o seu filho a erguer-se como um Homem e uma Mulher de bem. De qualidade. E sobretudo de amor. Amor por si mesmo. Amor pelo bem comum. 


Ver Técnica PNL para gerar autoconfiança nas crianças.



Joana Fonseca 

www.pnl-coachingeducacionais.com